11/11/2016

INTERVIEW | Micaela Sapinho, Portuguese Fashion Designer


Micaela Sapinho


A Micaela Sapinho foi um das designers que mostrou a sua coleção na plataforma Sangue Novo na ModaLisboa, em Outubro passado. O seu primeiro desfile, inspirado no movimento feminista que tem resurgido nos últimos tempos nas redes sociais (e não só!), foi dos que mais marcou esta última edição da Semana da Moda de Lisboa. Pelas mensagens dos cartazes (e da própria roupa), pelos padrões humuristicos e pela leveza e descontração das peças. 

E hoje é com grande entusiasmo que partilho convosco o resultado da entrevista que a Micaela tão gentilmente aceitou fazer para o SMART DRESSER. Espero que, tal como eu, gostem de a ficar a conhecer um pouco melhor! Continuem a ler... e boa Sexta-feira :)


MICAELA Sapinho was one of the designers who showed her collection at the Sangue Novo platform of ModaLisboa last October. Her first show, inspired by the feminist movement that has resurged in recent times on social networks (and not only!), was one of the shows that got most attention in the last edition of Lisbon Fashion Week. Because of the posters messages, the humorous prints and because of the laid back pieces.

It's with great enthusiasm that today I'm sharing with you the result of the interview that Micaela so kindly agreed to do for SMART DRESSER. I hope that you, like me, enjoy getting to know her a little bit better! Keep reading ... and good Friday :)



Fala-nos um pouco sobre ti e sobre o teu percurso. / Tell us a bit more about yourself .

O meu nome é Micaela, tenho 21 anos e sou de Leiria. Comecei o meu percurso na área de Artes Visuais na Escola Secundária Francisco Rodrigues Lobo, em Leiria. Em 2013, decidi ir para Inglaterra estudar e, este ano, acabei o curso de Fashion Design na Cambridge School of Art, Anglia Ruskin University. 

My name is Micaela, I'm 21 years old and I'm from Leiria. I started my journey in the Visual Arts area at Escola Secundária Francisco Rodrigues Lobo in Leiria. In 2013 I decided to move to England to study and I graduated this year from Cambridge School of Art, Anglia Ruskin University with a first class degree in Fashion Design.


De onde surgiu a paixão pela Moda e porquê Design. / When and how did the passion for fashion and design started?

O interesse pelas artes, em geral, começou muito cedo. Desde criança que o meu hobby preferido era desenhar, passava horas e dias atrás de uma secretária agarrada a canetas de feltro! A paixão pela moda veio juntamente com este interesse pelo desenho, e só mais tarde é que descobri o que era o design. Gosto muito dos vários tipos de arte e via-me a trabalhar em vários deles, mas sempre soube que pertencia em Design de Moda. Também porque penso que seja um curso muito abrangente, ao contrário do que se pensa, um estudante de moda não desenha apenas roupa, um estudante de moda é também pattern cutter, é costureiro, é ilustrador, é designer gráfico, é fotógrafo, é modelo, é de tudo um pouco!

My interest for art, in general, started really early. Since I was a kid my favourite hobby was to draw, I would spend hours and days sitting at a desk with loads of colouring markers around me! The passion for fashion come along with that interest for drawing and only later I realised what design was. I love all kinds of art and I see myself working in many of them but I have always known I belonged in Fashion Design. I do think it is a very broad course, as opposed to what one might think, a fashion student doesn't only design clothes; a fashion student is also a pattern cutter, a seamstress, an illustrator, a graphic designer, a photographer, a model, a bit of everything really!


Sempre tive uma paixão grande pelo Reino Unido e sonho um dia percorrê-lo de Norte a Sul, por isso não resisto a perguntar... como foi a experiência em Cambridge? / I have always been passionate about England! I still dream about exploring it from North to South and, for that reason, I can't resist to ask... how was the experience in Cambridge?

Foi uma experiência incrível. Cambridge é uma cidade linda, adorei o curso, conheci gente fantástica e não trocaria por nada estes três anos que lá vivi. Foram sem dúvida os melhores da minha vida. Aconselho vivamente qualquer pessoa a ir estudar, viver ou trabalhar para fora. Claro que no início é sempre um bocadinho difícil deixar a família, os amigos e o país para trás mas compensa! Cresci imenso e aprendi muito sobre mim mesma.

It was an incredible experience. Cambridge is such a beautiful city, I absolutely loved the course, I met fantastic people and I would not change a bit of this three years I lived there. It was definitely the best years of my life. I recommend to anyone to go and study, work and live abroad. Of course it is always a bit difficult in the beginning leaving family, friends and your country behind but it will be worth it. I have grown a lot and I have learnt a lot about myself.


Que diferenças culturais encontraste? / What cultural differences did you encounter?

Sendo dois países completamente diferentes é claro que vão haver imensas diferenças culturais, desde a comida, ao tempo, às pessoas, às saídas à noite, aos jantares às seis da tarde... Se calhar se respondesse a esta pergunta há três anos atrás, responderia de maneira totalmente diferente e diria que a maior diferença para mim era a aversão ao contacto físico próximo e a maneira pouco calorosa com que se cumprimentam! Mas três anos depois, e depois de me ter, de certa forma, habituado a todas estas coisas... Acho que a maior diferença para mim é o facto da maior parte das pessoas ter uma mente tão aberta, de ser um país tão multicultural, de ter gente tão diferente e nesse aspecto, é algo que temos a aprender com eles.

Being two totally different countries it is clear that there is going to be a lot of cultural differences, from the food, to the weather, the people, the early nights out, the dinners at 6pm... And maybe if I would answer to this question two years ago, I would answer it in a completely different way and I would say that the main cultural difference for me is! But after three years and after getting used to all these things... I think the biggest difference for me is the fact that people are so open-minded, that it's such a multicultural country and that people are so different and in that aspect, we have a lot to learn from us.



Falando um pouco mais sobre o teu percurso, como foi trabalhar no atelier do Filipe Faísca? Alguma situação mais marcante (ou engraçada!) que possas partilhar? / Talking a bit more about your journey, how was working at Filipe Faísca's atelier? Any remarkable (or funny) situation that you can share?

Infelizmente a minha passagem pelo atelier do Filipe Faísca foi muito curta e acabou por ser mais observacional do que prática uma vez que estava ainda numa fase um pouco precoce da minha formação. De qualquer maneira, consegui tomar o contacto com várias técnicas, diferentes materiais e com toda a dinâmica desde a criação até à venda ao público. Para mim foi particularmente interessante o contacto com a joalharia, algo que nunca tinha tido a oportunidade de fazer antes.

Unfortunately my time at Filipe Faísca's atelier was very short and it ended up being more observational rather than practical once I was still in early stages of my training. However, I was able to contact with many techniques, different materials and with the whole dynamic of the studio from production until it is sold to the public. For me it was particularly interesting to be involved with jewellery, which was something I did not do before the internship.


Na coleção que apresentaste na ultima edição da ModaLisboa, The Other, focaste-te em mensagens como "Free the Nipple", "My Body My Choice", "Not Asking For It", entre outras. Porquê estas mensagens? E que mensagem geral querias passar? / In the collection you shown at the last edition of Lisbon Fashion Week, The Other, you focused in messages such as 'Free the Nipple', 'My Body My Choice', 'Not Asking For It', among others. Why this messages? And what message were you looking to portray?

Sempre me identifiquei com o movimento feminista e acredito profundamente que todos deveríamos ser feministas. Inspirei-me no livro 'Segundo Sexo' de Simone de Beauvoir como ponto de partida para este projecto. Esta obra foi escrita há 67 anos e é muito triste ver o quão pouco evoluímos desde lá. A principal mensagem que quis e quero passar é a defesa da igualdade de género. Esta colecção foi desenhada para relembrar que isto não é um assunto resolvido, que é um problema actual. Mas sendo o feminismo um tema tão vasto, decidi focar-me em dois submovimentos que ganharam bastante visibilidade recentemente com as redes sociais: o 'free the nipple' e o 'not asking for it', que nos alertam para a importância da autodeterminação em relação ao corpo feminino. O objectivo era espalhar esta realidade de uma forma jovem, divertida e humorística.

I have always identified with the feminist movement and I strongly believed we should all be feminists. I got inspired by the book "Second Sex" written by Simone de Beauvoir as a starting point for this project. This book was written 67 years ago and it is sad to notice how little we have changed since then. The main message I wanted and I want to express is the defence of gender equality. This collection was designed to remind people that this is not a solved problem, it is a current issue. Being feminism such a wide theme, I decided to focus in two sub movements that have gained a lot of visibility recently with social media: 'free the nipple' and 'not asking for it', which warn us to the importance of the self-determination regarding the woman body. The main goal was to portray this message in a fun, young and humoristic way.


De onde surgiu o nome para esta coleção? / Where did the name of the collection come from?

O nome 'The Other' surge de uma das reflexões que Simone faz em 'Segundo Sexo'. Beauvoir comenta que a mulher é sempre considerada como o 'outro' e o homem é considerado o principal, o 'the one'. A mulher aparece sempre como secundária, como comparada mas nunca como comparador. O problema real é que isto não é apenas uma dependência conceptual, as mulheres dependerem dos homens ainda é, infelizmente, uma realidade.

The name 'The Other' appears from one of the reflections Simone does in 'Second Sex'. Beauvoir comments that woman are always considered as 'the other' and man are considered the principal thing, 'the one'. The woman always appears as secondary, as compared but never as a comparator. The real problem is that this isn't just a conceptual dependency, woman depending on man is still, unfortunately, a reality.


Que tipo de mulher envisionas quando estás a desenhar as tuas peças? / What type of woman you envision when you design?

Uma pessoa (o género é irrelevante) livre, confiante, confortável com o seu corpo, que goste de fazer um statement com as roupas que veste mas sempre com um lado jovem e divertido. Uma pessoa feliz e que queira fazer os outros felizes.

Someone (the gender is irrelevant) that is free, confident, comfortable in their own skin, someone that likes to make a statement with the clothes they wear but always with a young and fun side. A happy person and a person that wants to make other people feel happy as well.



Criar uma coleção é um processo que pode ser bastante desgastante. Que parte do processo preferes?  E de qual gostas menos? / Creating a collection is a process that can be very demanding. What part of the process do you prefer? And which one you like the least?

Sim claro, é um processo muito longo e, por vezes, pode tornar-se stressante e desgastante. Sinceramente, gosto muito de todo o processo: da pesquisa, da criação dos estampados, da recolha das várias amostras de materiais diferentes, ou quando se começa a desenhar e redesenhar os moldes, até à parte da produção e de todos os pequenos detalhes de cada peça! Todo o processo é, para mim, muito interessante e gratificante. Mas se tivesse que escolher o que gosto mais seria, sem dúvida, a parte inicial da criação da colecção, a parte de pesquisa, porque é onde tudo começa. Gosto de ter um conceito forte por detrás de cada colecção e isso só é possível com muita pesquisa. A que gosto menos, talvez seja a parte dos protótipos, que mesmo sendo uma parte essencial, é a parte mais chata.

Yes of course, it is a very long process and it can be quite stressful and demanding. Honestly, I really like whole process: the research, the print design, the sampling of different materials, or when you start tracing and re-tracing patterns, even the production part and all the little details! The whole process is, for me, very interesting and rewarding. But if I had to choose, the part that I like the most would certainly be the research part because it is when it all starts. I love to have a strong concept behind every collection e that is only possible with a lot of research. The part that I like the least would be the toiling part, even though I know it is essential, it is just a bit boring.


O que fazes quando te falta a inspiração? / What do you do when you feel uninspired?

Acho que como estou tão no início, há sempre aquela vontade e curiosidade de estar sempre à procura de coisas e ideias novas. E se há coisa que não falta neste mundo, é fontes de inspiração. Mas quando há aqueles momentos temporários de falta de inspiração, tento ver o que está a acontecer à minha volta. As pessoas, os acontecimentos, as cores, as texturas. Ouço música, leio, vejo documentários. Tudo pode inspirar uma futura colecção.

I think since I'm just starting now, there is always going to be that desire and curiosity to keep searching for new things and new ideas. And if there is something that isn't lacking in this world, is sources of inspiration. But when those temporary uninspired moments kick in, I try to look to what is happening around me. The people, the situations, the colours, the textures. Listening to music, reading, watching videos and documentaries. Everything can inspire a future collection.


E falando em inspiração, de onde retiras a tua? / And talking about inspiration, where does your inspiration come from?

Gosto de me inspirar na actualidade, no agora, no que está a acontecer à nossa volta. Temas apelativos e um tanto desconcertantes, que façam as pessoas pensar, que tentem quebrar barreiras e mentalidades. Vou buscar inspiração a tudo isto e a outras formas de arte, como a literatura, o cinema e a música.

I like to get inspired by the present, the now, by what is happening around us. Appealing themes with a disconcerting side, something that makes people think, something that tries to break barriers and change mentalities. I search for inspiration in all of this and within different types of art such as literature, cinema and music.


Diz-nos, tens alguma plataforma onde possamos ficar a par do que andas a fazer e até comprar as tuas peças? / Tell us, do you have any platform where we can see what you are up to and even buy your garments?

Neste momento ainda não é possível comprar as peças mas espero começar a vender online antes do final do ano. Até lá vou postando todas as novidades tanto na página do facebook como no meu site.

At the moment it is still not possible to buy the pieces but I hope to start selling online before the end of this year. Until then I will keep you updated with all news on my facebook page and also on my website.


E para terminar,  onde te imaginas daqui a 5 anos e o que podemos esperar da Micaela Sapinho (marca e designer) em 2017? / And to finish, where do you imagine yourself in 5 years time and what can we expect from Micaela Sapinho (brand and designer) for 2017?

Daqui a 5 anos, espero ter a marca já criada e estabelecida, a vender online e também em lojas. Para 2017, podemos esperar muita dedicação e muito trabalho, tenciono começar o mestrado e fazer vários estágios durante o próximo ano. Espero começar a vender as peças online, como já falei acima, e espero conseguir criar uma nova colecção, que já está a ser pensada!

In 5 years time, I hope to have a fully created and established brand, selling both online and through stockists. For 2017, we can expect a lot of dedication and a lot of work, I pretend to start my masters e do different internships along the way. I hope to start selling online, as I said before, and I hope to create a new collection, which I am already planning at the moment.



 Facebook    |  Instagram   |      mariana.paulos


No comments:

Post a comment: